terça-feira, 2 de julho de 2013

EM DUAS FRASES O ESTADISTA DEIXA O SEU RECADO. VALEU FHC !!!

Na noite de ontem, o ex presidente Fernando Henrique Cardoso foi o entrevistado no programa Roda Viva da TV Cultura.

Sem muitas surpresas, deu um verdadeiro Show, não só pela sua irrefutável cultura, mas também pela sua visão clara dos problemas que atualmente afligem os atuais governantes.

Com a sua costumeira fala Diplomática, ele disse claramente que os governos lulopetistas se esgotaram, e, a reboque desse esgotamento perderam a legitimidade, e tentam, como último recurso talvez, um GOLPE DE ESTADO, ao afirmar
 
" A razão de o governo querer o plebiscito é por não sentir ter legitimidade. Então vai buscar o povo. Teremos daqui para frente momentos difíceis".


Está muito claro para a sociedade Que Pensa, que o lulopetismo tenta uma Cartada, que talvez possa ser a última, lançando essa proposta mal ajambrada de um plebiscito contendo no seu bojo propostas de uma reforma política não pedida pela "Voz das Ruas" mas isso ainda não foi totalmente digerido até mesmo pelos que são contrários ao atual governo.

A ele, como presidente de um partido que se diz de oposição, e, que na ocasião era entrevistado como "intelectual", e não como político, não cabia assumir o discurso rançoso e eivado de ódio de Luís Inácio Lula da Silva, mas o seu recado foi dado.

Mas,  o que faz com que um governo democraticamente eleito perca a sua legitimidade? E ele também foi direto e impiedoso ao responder essa pergunta não formulada ao completar:
"Não é a demanda sindical, do salário, é a de viver melhor. E outro componente, a decência. Há uma indignação em função do processo de corrupção que atingiu vários setores".

Nestas duas frases pinçadas, numa entrevista de uma hora, o matreiro FHC deu o seu recado.

Aos atuais ocupantes do governo a DEMOCRACIA  não interessa; o seu único interesse é manter-se no poder a qualquer custo, e para isto está disposto a lançar mão do seu mais precioso trunfo: A IGNORÂNCIA POLÍTICA, e a GANÂNCIA DOS SEUS ATUAIS ALIADOS, para atingir esse fim.

Isso tudo foi dito numa linguagem diplomática, cifrada, ininteligível à maior parte dos que poderão decidir os rumos deste Pobre/Rico país, nesta tentativa de Golpe, e cabe aos militantes do PSDB tornar essas mensagens compreensíveis aos eleitores.