sexta-feira, 4 de outubro de 2013

UM POUCO DA VERDADE SOBRE O AVAAZ -


O jornal Folha de São Paulo publicou hoje uma matéria assinada por Nelson de Sá e ela é intrigante sob vários aspectos.

No texto, o articulista analisa o papel das “Midias Alternativas” sustentadas por grandes investidores e Fundações.

Uma parte dessa matéria me chamou a atenção: “Em abril, durante encontro de jornalismo no Texas, a Open Society Foundations (OSF), instituição mantida pelo investidor George Soros, patrocinador de campanhas democratas nos EUA e de bandeiras como a legalização da maconha, alertou uma série de sites latino-americanos de reportagem de que iria cortar a subvenção que lhes provinha.

O mega investidor George Soros, fundador da Open Society Foundations, é o mantenedor do Site AVAAZ, defensor de primeira hora da descriminalização do uso certos tipos de drogas, e o seu principal executivo é Pedro Abramovay, advogado ligado aos movimentos de direitos humanos, e que já foi Secretário de Politicas Anti-Drogas do governo Dilma Rousseff, tendo sido demitido por defender o uso de penas alternativas para os pequenos traficantes.

A matéria também da conta que o Sr. Abramovay foi indicado por FHC para o milionário americano, de origem Hungara; coincidência ou não, o Secretário de Políticas Anti-drogas do governo FHC era Walter Fanganielo Maierovitch, que foi demitido do governo em circunstâncias nebulosas, e hoje é articulista da revista Carta Capital, e , a exemplo de Pedro Abramovay, é um defensor feroz da descriminalização das drogas, chegando até mesmo a defender a criação de Narco Salas, dentre outras estultices.

Tanto Abramovay como Maierovitch são ligados aos movimentos de Direitos Humanos, e defendem a leniência com movimentos sociais ideologizados, apoiando até mesmo os violentos e ilegais. Ainda seguindo o ideário da Open Society e da Ford Foundation, apoiam a Regulação dos Órgãos de Imprensa, escondido sob o pomposo nome de “Democratização da Mídia.

Outra coincidência entre esses dois personagens é a aversão que ambos nutrem por FHC, muito embora tenham sido encaminhados por ele

Outro trecho da matéria é explicita melhor a orientação direcionada para a “Democratização da Mídia”: “Se a Open Society revê suas subvenções, cujos beneficiados incluem ainda organizações como o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, no Texas, e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a Fundação Ford segue firme na área de "democratização da mídia", que começou a se desenvolver na última década, segundo Mauro Porto, coordenador do projeto dedicado a "mídia e liberdade de expressão" na instituição.

Um outro trecho assustador: Segundo Porto, o projeto surgiu há dez anos, quando a fundação avaliou ser "fundamental, para consolidação da democracia no Brasil, a democratização dos meios de comunicação".

Pedro Abramovay falseia com a verdade em duas ocasiões da entrevista, e uma delas é esta: Para tanto, a fundação vem buscando cada vez mais uma "governança própria, independente da vontade" do investidor.Quem conhece George Soros da conta de que as orientações dele são sempre terminativas. Isso foi dito por Armínio Fraga, que fez sua carreira com Soros e foi Presidente do Branco Central no governo FHC,

Mente ainda ao declarar: Nos últimos dois anos, fora do governo, Abramovay esteve à frente do site global Avaaz, de campanhas e petições, que não aceita financiamento de governos ou fundações, só "crowdfunding". Com base na sua experiência, avisa que, junto aos brasileiros, não é tarefa fácil." É mais que sabido que o mega investidor é o financiador e DONO do AVAAZ.
 
George Soros é visto com sérias reservas no Mercado Financeiro Global por, supostamente, usar de quaisquer meios para atingir o seu objetivo único: Ganhar Dinheiro, então, fica a pergunta:
COM QUE OBJETIVO SOROS INVESTE O SEU DINHEIRO EM UM PROJETO QUE DEFENDE O USO DE DROGAS E PRATICAS ANTI DEMOCRATICAS COMO A REGULAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO?

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

ALBERTO TORON, LUIS R. BARROSO, QUEM ESTÁ PAGANDO OS ADVOGADOS QUE DEFENDEM CESARE BATTISTI?

O assassino de aluguel alcunhado de ex ativista político, Cesare Battisti, condenado duas vezes a cumprir prisão perpétua na Itália, por ter cometido 4 (quatro) assassinatos, e indevidamente acoitado no Brasil por covardia do STF e canalhice do ex presidente lula, é muito mais bandido do que o governo bolivariano nos quer fazer crer.

Por ter usado documentação falsa para entrar no Brasil, ele ele está sujeito a um novo processo de expulsão, e o seu último recurso, foi negado pelo STJ no dia 27 de Junho passado.
(Notícia de O Globo)

Pesquisando no site do STJ tive a informação de que o Acórdão foi publicado no dia 17 de Setembro, devendo portanto, seguindo o rito dos processos de expulsão, ser enviado ao Ministro da Justiça, que é quem dará a última palavra.

Mas, o que me deixou intrigado foi constatar que o advogado que o está defendendo nesta fase do processo é, simplesmente, Alberto Zacharias Toron, um dos criminalistas mais caros do Brasil, sendo que, o rábula
Luis Eduardo Greehalgh, é apenas o advogado de fachada.
(link p o Acórdão)

Esse bandido foi defendido pelos mais custosos advogados brasileiros, estando entre eles o atual ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso e Alberto Zacharias Toron, que, segundo consta, não fazem parte do quadro da Assistência Judiciária Gratuita.

Cabe então perguntar, QUEM ESTÁ PAGANDO ESTA CONTA?

A matéria publicada pelo jornal O Globo dá conta de que o assassino e terrorista reside em um apartamento nos Jardins (SP) e ele mesmo comentou que o que arrecada com a venda de seus "livros" quase não chega para o aluguel.

Em que pese eu não ter a menor ideia do tipo de gente que poderia se interessar pelo que esse assassino escreve, duvido que tenha vendagem bastante para sustenta-lo e ainda pagar a esses profissionais, assim como, também duvido que os mesmos o estejam defendendo gratuitamente.

É escandaloso constatar que o nosso Judiciário não se interessa pela origem do dinheiro que paga os advogados, e, segundo consta, alguns desses causídicos cobram quantias fabulosas. Não faz muito tempo noticiou-se que o advogado e ex ministro da justiça Márcio Thomas Bastos cobrou R$ 15 000 000,00 (quinze milhões de Reais) para defender Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso no escândalo da Delta, que abalou os alicerces do Palacio do Planalto, e os honorários de Toron e Barroso não devem andar muito longe disso.

Eu não sei qual é o interesse do governo lulopetista nesse assassino; qual é a misteriosa causa que levou o STF a apequenar-se e transigir de suas atribuições, deixando para lula a decisão, quando na verdade, só cabia a ele, Supremo Tribunal Federal decidir, e nem o que fez com que lula, em mais um ATO de covardia, lhe concedesse asilo político no seu último dia de governo, mas de uma coisa eu tenho certeza: NOS, CONTRIBUINTES BRASILEIROS, ESTAMOS PAGANDO A DEFESA DESSE CANALHA.







domingo, 29 de setembro de 2013

DESVENDANDO A MALANDRAGEM QUE ESTÁ POR TRAS DO QUEBRA QUEBRA DE SEXTA FEIRA


Desvendando a trapaça do quebra quebra de sexta feira a noite.


Para lidar com o pt e o seu marketing asqueroso é preciso ser paranoico.

Na sexta feira São Paulo viveu uma nova noite de caos, por conta de uma manifestação “contra a corrupção” e esta terminou com um confronto defronte ao Clube Portugues, onde ocorria um evento do pt e com a presença de lula.

Era um evento que pela sua envergadura não justificava a cobertura da imprensa, pois se tratava apenas e tão somente, da apresentação de Alexandre Padilha como candidato ao governo de São Paulo para empresários e dirigentes do pt.

Aí começa a canalhice; 100  “manifestantes” saem do vão livre do MASP, tumultuam o trânsito da maior cidade da América Latina em pleno horário de pico, e, coincidentemente, vão terminar a manifestação defronte ao local onde ocorria o evento, e, mais coincidentemente ainda, entram em confronto com “militantes petistas” que ali estavam para venerar lula.

Pronto! A química funcionou!! O que era para ser um “eventinho”, sem direito a nota no jornal do bairro, virou um “eventão”, com direito a aparições no Jornal da Noite e no Jornal Hoje, da Rede Globo e menções com direito a vídeo em quase todos os jornais e revistas do final de semana.

As narrativas deram destaque para o momento em que o confronto ocorreu; justamente na hora em que lula discursava, e chegaram a temer pela sua segurança.
Também não faltou a imagem da “polícia do Alckmin” espancando um “manifestante pacífico”, do jeito que o pt gosta.

Para o pt, juntar 100/200 ou mil manifestantes é uma questão de minutos, a trama urdida foi tosca demais para ser verdadeira.

Abram os olhos e fiquem atentos; quando Gilberto Carvalho, Ruy Falcão e Dilma Rousseff disseram que iam fazer o diabo para se manterem no poder eles não estavam brincando.