sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

GOVERNOS PETISTAS - UMA SÍNTESE

Final de tarde, um bate papo entre amigos de atividades e correntes politicas heterogêneas, e, eis que um deles me pergunta:

"Jorjão, você não se sente incomodado com o que tem escrito ultimamente? Não se incomoda em ser tão pessimista, catastrofista? Não tem medo de tomar um processo por bater forte em autoridades?"

Na hora eu não respondi porque a conversa derivou para assuntos mais leves, menos complicados, como convém a um papo de "descontração etílica", mas agora eu vou responder.

Meu caro; se existe alguém que se incomoda com o que tem tido que escrever e ler, este cara sou eu.

Afinal, quem, sendo pai e avô, gostaria de escrever que os que governam o país que você nasceu, onde seus filhos estão criando os seus netos, o estão levando à banca rota, comprometendo o futuro de seus filhos e netos? Creio que nenhum.

Quem, em sã consciência gostaria de dizer que o Presidente do seu país afundou a maior empresa nacional, e junto com ela toda a economia,  para fazer política rasteira e populista?

Quem gostaria de admitir que nos últimos anos, a sede de poder de um partido fez minar a sexta economia do mundo, levando-a ao ponto de ter que maquiar contas, contar mentiras contábeis para esconder seus fracassos e roubos?

Quem, meu caro, gostaria  de ver que as instituições da sua pátria foram vilipendiadas, prostituídas e apodrecidas a um ponto jamais imaginado pelo mais pessimista dos homens?

Quem gostaria, por mais perverso que fosse, de escrever  que seu país está a deriva, desgovernado, perdido num mar de corrupção, mentiras e incompetências?

Pois bem, meu amigo, o que temos hoje, depois de 10 anos de governos esquerdopatas é isso; um país beirando a banca rota, com seu sistema financeiro comprometido, seu parque industrial sucateado, o setor de comércio e serviços pendurados numa "classe média" cada dia mais endividada e inadimplente, e governados por uma classe política que já não se preocupa sequer em esconder a sua desonestidade e incompetência.

Quanto ter medo de ser perseguido, pŕocessado, asseguro-lhe que não; não tenho medo mesmo.

Se tivesse  medo de alguma coisa, eu não teria enfrentado as passeatas e movimentos de combate ao militarismo antes de completar meus 18 anos.

Meu único medo é me faltar força para continuar denunciando e lutando contra esta classe politica asquerosa que tomou o meu país de assalto.

Quanto a escrever que lula, dirceu renan, dilma e o resto dessa turma que se aboletou no poder são ladrões da pior espécie, eu reconheço que estou pecando, mas, infelizmente, pecando por ser impreciso quanto a extensão dos seus roubos, que com certeza são muito maiores que os noticiados diariamente pela midia, e, cuja extensão é provável que jamais saibamos.

Ademais, eu não os acuso de serem ladrões e canalhas, porque isso eles sabe que são, melhor do que qualquer um de nos.

Respondi?




quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

OS COM DIREITOS E OS COM DEVERES




Toda sociedade, seja ela primitiva ou moderna, capitalista ou socialista sempre foi pautada por um ordenamento baseado em deveres e direitos, e assim tem sido desde o tempo das cavernas.

Dessa maneira, o DIREITO ao acesso às vantagens que o seu meio social oferece se na medida em que você cumpre com seus deveres.

O lulo-petismo, inconformado com este ordenamento inovou, e criou um novo onde existem duas classes: a classe dos COM DIREITOS e a classe dos COM DEVERES.

A classe dos COM DIREITO é formada por todos aqueles que, por convicção, oportunismo ou até cinismo, contribuem para que o lulo-petismo aplaque a sua fome de poder.

Aos que pertencem a essa classe social é facultado o direito de invadir propriedades urbanas e rurais, paralisar cidades para propagar vícios ou preferencias sexuais, invadir e depredar escolas, consumir drogas em vias públicas, e, desde que não sejam apanhados, assaltar cofres públicos.

A única contrapartida que essa classe deve ao lulo-petismo é, em cada eleição, aumentar o numero de apaniguados no poder, e para isso se tornam obrigados a servir de massa de manobra dos movimentos (ditos) sociais.

Para orientar essamassa de manobrao lulo-petismo está escorado pordefensores dos direitos humanos, que, na verdade sãotangedores de rebanho, com a função de emprestar legalidade às ilegalidades praticadas pelos COM DIREITO.

Os grupo detangedores de rebanhoé formado por religiosos das mais diversas crenças, tendências e preferencias, (inclusive sexuais) integrantes do judiciário interessados em carreira fácil e sem percalços, grupos de comunicação inescrupulosos ou amedrontados, sindicatos pelegos e outros menos evidentes.

À classe dosCOM DEVEREStambém apelidada deZELITEScabe trabalhar e pagar impostos, trabalhar e pagar impostos, trabalhar e pagar impostos. esqueci alguma prerrogativa dessa classe? Ah!! nas horas vagas, trabalhar mais para pagar mais impostos.

Também é permitido aos COM DEVERES expressar comentários quanto às atividades dos COM DIREITOS, desde que festes sejam favoráveis. Os comentários desfavoráveis serão severamente censurados.

E VOCÊ, EM QUAL DAS CLASSES SE ENCAIXA?



terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

CARTA ABERTA A RENAN CANALHA CALHEIROS - DE ARREPIAR.


Se foi ou não Thereza Collor a autora deste texto não importa.
Importa sim, o seu conteúdo, e este é irretocável e indefensável.
O texto, em si irrepreensível, contem apenas uma impropriedade; Renan não se tornou e nunca se tornará o todo poderoso deste país, pois não passa de um moleque de recados de luis inacio da silva.


Fernando Leite & Outros Quintais: THEREZA COLLOR DESMENTE AUTORIA DA CARTA ABERTA AO...: Thereza Collor publicou nota desmentindo a autoria da carta Circula na Internet uma suposta carta aberta ao senador Renan Calheiros, re...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

FORÇAS ARMADAS - A DECEPÇÃO

O Brasil apodreceu.

A corrupção tomou conta de  todos os Poderes da República, ao mesmo tempo em que os atuais governantes atentam contra as liberdades Democráticas e ao Estado Democrático de Direito.

Diariamente leio nas redes sociais, cidadão revoltados, a clamar para que as Forças Armadas ajudem devolver o Brasil aos Brasileiros, e, a estes cidadãos, eu temo não ser portador de boas notícias.

As Forças Armadas Brasileiras veem sendo moralmente sucateadas desde antes de os Militares entregarem o poder.

A convivência com alguns dos atuais apoiadores deste governo, mas defensores ferozes dos governos militares de outrora, fez com que uma parte do oficialato das FFAA se tornasse tão corrupta quanto eles, e. em conjunto com esses canalhas aplicaram golpes intoleráveis aos então governantes, porém, a sua punição poderia provocar uma convulsão social de proporções não mensuráveis, então resolveram devolver o poder aos Civis.

Alguns desses escândalos chegaram ao conhecimento da imprensa, como é o caso da falência da CAPEMI, que lesou milhões de Brasileiros, o roubo de madeira retirada da Transamazonica, que resultou no assassinato do jornalista Alexandre Von Baumgartem e sua mulher, e o passa moleque que Antonio Carlos Magalhães e Roberto Marinho deram na NEC japonesa, com o auxílio de setores das FFAA.

Dentre os civis que apoiaram e contribuiram para o apodrecimento de setores de nossas Forças Armadas, alguns ainda estão aí, apoiando e acelerando o apodrecimento do lulo petismo, como josé sarney, roberto jefferson e delfim neto, e  outros morreram, como antonio carlos magalhães.

No governo sarney iniciou-se o sucateamento material, e acelerou o sucateamento moral do oficialato, e isto teve continuidade, com maior ou menor intensidade em governos posteriores.

Oficiais independentes, não acessíveis a subornos ou vantagens indevidas passaram a ser preteridos nas promoções e os mais vulneráveis favorecidos. Membros do Alto Oficialato que ousaram se insurgir contra a situação foram calados pela geladeira de cargos burocráticos ou a passagem precoce para a reserva, como foi o caso do General Augusto Heleno.

O mesmo se deu com a indústria bélica; alguns fabricantes de material bélico de alta tecnologia não resistiram ao descaso governamental e faliram, deixando o Brasil a merce do mercado internacional, como a ENGESA em 1993, a AVIBRÁS e IMBEL que desde o final dos anos 90 vivem em crise.

Finalmente, no início de seu segundo mandato, FHC extinguiu os Ministérios Militares e o Estado Maior das Forças Armadas criando então o Ministério da Defesa.
 
Esse ministério contou com a passagem de notórios pilantras na sua chefia, valendo citar o Embaixador José Viegas, posto para fora por envolvimento em escândalos e o mega embusteiro Nelson Jobin, de tristes  lembranças para nos brasileiros, mas os comandos militares suportaram essas cusparadas em suas fardas.

Finalmente, veio a suprema escarrada; o governo dilma rousseff humilhou de forma torpe a todos os militares ao nomear celso amorim para comandar o ministério da defesa, e, não se ouviu um só murmúrio dos atuais comandantes, que estão  nos cargos desde o governo lula, pois os mesmos não mais se preocupam com as humilhações sofridas, ocupados que estão, em manter seus cargos, seus "estatus" e  benesses.



E assim, de degrau em degrau, as nossas Forças Armadas desceram a um nível de vassalagem a um governo INJUSTO, ANTIDEMOCRÁTICO E CORRUPTO, jamais imaginado por qualquer brasileiro.