sábado, 9 de junho de 2012

LULA, O INSANO, ESTÁ APRESSANDO A DESTRUIÇÃO DO LULO-PETISMO - NOS AGRADECEMOS.

Faz tempo que o lulo-petismo vem mostrando sinais de desgaste.


Desde 2005, quando a CPI dos Correios desnudou o esquema do mensalão, que este regime perverso  sustenta em cima de pilares podres o seu arremedo de democracia.


Estes sinais vem se acentuando no decorrer dos anos, e, a exemplo do regime militar, tende a cair de podre, derrotado pelos mesmos pilares podres que sustentaram os últimos anos do militarismo.


Pode-se medir a evolução do desgaste pelo acirramento das agressões que a imprensa cooptada pelo lulo-petismo pratica diuturnamente.
Quanto maior o desgaste, maior é o tom das agressões, tanto no tocante à liberdade e pensamento de outros veículos de comunicação como à inteligência do brasileiro, que se vê obrigado a ler as defesas disparatadas que eles fazem dos mal-feitos governamentais descobertos.


De escândalo em escândalo, sempre sustentado pelo marketing canalha, acobertado por juízes malandros, por políticos venais e veículos de comunicação comprados ou acovardados, o lulo-petismo atravessou os sete anos que nos separam de 2005, quando prenuncia-se a  exaustão dos seus meios de sustentação, e isso também é mostrado por um sinal muito claro; o estado de demência do seu líder maior, luis inacio lula da silva.


O caudal do rio de tramoias contra os cofres públicos e contra as liberdade democráticas do povo brasileiro há muito represado começa a transpor seus limites e ameaça romper o dique  do marketing, do judiciário e da imprensa, e desaguar impiedosamente no colo do seu idealizador, que outro não é, senão o próprio lula.


Este estado de demência saiu de controle com a descoberta de mais um esquema lulo-petista para assaltar cofres públicos, pois, ao investigarem um esquema de jogo ilegal com participação de políticos de vários partidos, a polícia federal topou com um esquema de roubo envolvendo a maior fornecedora de serviços para as obras do PAC e políticos muito próximos de lula enrolados com ela.


Aí, a demência conduziu lula ao seu primeiro erro incontornável; movido pela sanha de vingança contra seus opositores, ele incentivou a criação de uma CPMI confiante que pudesse controlá-la, e esta se mostra hoje, totalmente fora do controle dele, e, o que ele julgava serem armas a serem usadas contra seus oponentes se voltam contra ele e seus apoiadores.


Seu segundo erro: tentando remediar o estrago causado pelo mensalão, tentou interferir no julgamento do processo usando de chantagem contra um juiz do STF, confiando em informações erradas, o que só fez com que o julgamento fosse apressado, e se desnudasse o que todo mundo suspeitava; alguns juízes, desmerecendo a toga que vestem, e até o leite que mamaram. estão a serviço do lulo-petismo, chegando a citar nominalmente ricardo levandowski e josé antônio dias tófolli, o que aumentou a pressão sobre eles.


Seu terceiro erro: num programa de TV destinado às camadas menos esclarecidas descartou respeitar uma regra básica do jogo político democrático, ao declarar que jamais deixaria um "Tucano" voltar ao governo brasileiro, como se fosse ele, e não o eleitor que decidisse isso, mostrando claramente suas intenções totalitárias.


Seu quarto erro: confiando na subserviência cega do eleitor, e ao mesmo tempo ignorando a vontade deste, numa atitude tipicamente despótica está tentando influir no cenário sucessório de duas capitais brasileiras, impondo-lhes candidatos que seu próprio partido rejeita.


Estes erros que a insanidade lulesca cometeu, tiraram o chão dos "jornalulistas" mais experientes e habituados a transformar suas bravatas e agressões  desconexas em discursos, sobrando a defesa para a sabujice de "carta capital" e blogueiros sustentados por estatais, acoitados no território (ainda) livre da internet, mas eles são o aviso de que o império lulo-petista está ruindo.


Fernando Gabeira, dissidente do lulo-petismo por não concordar com os métodos dele, escreveu UM ARTIGO  que julgo ser uma síntese do momento atual do lula e do seu partido e lhe deu o título de “Os deuses primeiro enlouquecem aqueles a quem querem destruir”
NADA MAIS CORRETO E COERENTE COM O MOMENTO VIVIDO POR LULA E PELO PT.









sexta-feira, 8 de junho de 2012

PORQUE EU ACREDITO QUE SERÁ MARTA A CANDIDATA À PREFEITURA DE SÃO PAULO

A antipática, prepotente e casca grossa marta tereza smith vasconcelos suplicy, a exemplo de seu ex-marido, eduardo matarazzo suplicy, se pobres fossem, nem para bandidos serviriam.


Como ele, ela tentou ser um monte de coisas na vida, porém, a sua casca grossice e as suas poucas qualidades para enfrentar uma carreira profissional séria frustraram seus planos,


Psicóloga por formação, tentou a vida clinicando, porém, como seus problemas pessoais eram mais sérios que os dos seus pacientes, e muito breve descobriu que não daria para a coisa.


Tentou então a carreira de "sexóloga", talvez movida pela sua própria vida sexual, que, se comenta à "boca grande", foi das mais atribuladas, e como tal, estrelou alguns programas de televisão ensinando as mulheres como se portar na cama. 


O final de sua carreira se deu ao conselhar, ainda nos anos 70, mulheres cujos maridos se recusassem a usar preservativo, a lançar mão do sexo anal como método contraceptivo, o que gerou uma grita geral da igreja e da imprensa da época e mais uma tentativa profissional frustrada.


Com esse currículo de fracassos, a exemplo de seu então marido, ela só poderia dar certo na política, e somente em um partido: O PT,  


E não é que deu "certo"!!! Pelo pt foi vereadora e prefeita de São Paulo, ministra do governo lula e atualmente é senadora da República, e em todos esses cargos, a sua incontinência verbal lhe causou problemas; Como prefeita é dela a frase: "pobre é muito falso. Vive reclamando que não tem nada e quando vem a enchente diz que perdeu tudo", e, só para não me alongar, como ministra do turismo o célebre "relaxa e goza".
Como não podia ser diferente, senadora, ocupa hoje a vice-presidência do senado e é odiada pelos seus pares devido o mau gênio e prepotência com que trata seus iguais.


Essa extensa lista de insucessos fizeram dela uma pessoa antipatizada pela sociedade pensante e não pensante, desqualificando-a para disputar qualquer cargo eletivo na cidade de São Paulo, mas ela é a única pessoa ainda não muito enrolada em denúncias graves, ou crimes perversos dentro do pt, apta para disputar com alguma chance a prefeitura da maior cidade da América do Sul. 


Aliado a isso, o histórico eleitoral de lula em São Paulo não o credenciam a tentar impor um candidato posto que todas as vezes em que foi candidato a cargos majoritários foi derrotado na capital e no estado, e, mesmo quando presidente e gozando de uma grande aprovação não conseguiu reeleger marta, porque a maioria dos eleitores paulistanos o rejeitam, da mesma forma que rejeitam marta.


A única forma de o pt ter alguma condição nesta eleição, mesmo com um Kassab mal avaliado, é dar à candidatura de marta uma conotação de dissidência ao lula,  e é o que está sendo feito, creio eu, pela importância que a imprensa tem dado a sua ausência na campanha haddad, que as vezes chega a ser maior que a dada à presença do próprio candidato.


Caso as tentativas de melar haddad como candidato com a ajuda do PSDB não deem certo, como foi o caso da aparição deste no programa do ratinho, às vésperas do final do prazo para a oficialização das candidaturas, ele anunciará sua desistência e marta será lançada como a heroína que vai salvar o pt e a cidade das garras do Serra.


Se o Serra acredita que esta eleição será entre ele e o energúmeno do haddad, engana-se redondamente, porém, escolado do jeito que ele é, não se deixaria engambelar tão facilmente, principalmente com dados tão claros na sua frente. 


É esperar pra ver.


Texto: Jorge Temer
Arte: Roque Sponholz





quinta-feira, 7 de junho de 2012

LULÍGULA E O SEU "INCITATUS" - UM TEXTO DO PRESIDENTE DO GRUPO TERNUMA



UM CERTO CALÍGULA E O SEU CAVALO PREFERIDO


Caio Júlio César Augusto Germânico, também conhecido como Caio César ou Calígula, foi imperador romano de 37 até o seu assassinato, pela guarda pretoriana, em 41, e ficou conhecido pela sua natureza extravagante e cruel
Em 40, Calígula desenvolveu uma série de políticas muito controvertidas e começou a realizar as suas aparições públicas vestido de deus e semideus, como Hércules, Mercúrio, Vênus  e Apolo. Referia a si mesmo como um deus quando comparecia ante os senadores, e ocasionalmente, aparecia nos documentos públicos com o nome de Júpiter. 


Erigiu três templos dedicados a si mesmo; dois em Roma e um em Mileto, na província da Ásia. Foi nesta época que começou a aparecer como um deus frente à plebe.


Segundo Sêneca, o imperador transformou-se num homem arrogante, iracundo e grosseiro na sua ascensão ao trono. Muitos acreditam que foi o poder que tornou Calígula um arrogante, fazendo - lhe acreditar que era um deus.


Filón de Alexandria e Sêneca, o moço, descrevem o imperador como um demente irascível, caprichoso, capaz de provocar uma fome ao gastar demais dinheiro na construção da sua ponte, e de querer erigir uma estátua de si mesmo no Templo de Jerusalém com o objeto de ser adorado por todos.


Diversas fontes narram um grande número de histórias que ilustram a sua crueldade e a sua demência, provavelmente, a mais famosa é a que conta que o imperador quis nomear o seu cavalo preferido, Incitatus, cônsul e sacerdote.


De acordo com o escritor Suetônio, na sua biografia de Calígula, Incitatus tinha cerca de dezoito criados pessoais, era enfeitado com um colar de pedras preciosas e dormia no meio de mantas de cor púrpura. Foi-lhe também dedicada uma estátua em tamanho real, de mármore, com um pedestal em marfim.


Felizmente, os tempos (?) mudaram, e o nosso projeto de Calígula não pretende nomear o seu cavalo ou qualquer bichinho de estimação para ocupar um cargo no governo, nem construirá, pelo pouco que sabemos, uma estátua em homenagem ao seu mais querido objeto de paixão.


Os boatos que correm, é que na impossibilidade de nomeá - lo gestor do território de São Paulo envida esforços entre os seus apaniguados e bolsistas do local, para que o elejam prefeito daquela comunidade, considerada sua inimiga.


Nos seus propósitos, que todos já conhecem, não mede esforços, e desfila aqui e acolá com o seu eleito, e não tem papas na língua ao elogiá – lo, como se o seu escolhido fosse uma benção dos céus. O duro é que muita gente acredita.


A pretensão, antes de tudo, não significa que aquele populacho não tenha o menor discernimento (há controvérsias), mas, sim, que ele pode, e é capaz de tudo para satisfazer ao seu imenso ego.


A aspiração procede, pois emana de um deus ou semideus, como queiram, ou de uma mente distorcida, na qual lhe é permitido qualquer veleidade, mesmo que para os demais custe a falência da dignidade.


Você poderá eleger Incitatus, ou qualquer outro, como prefeito de qualquer cidade, inclusive a de São Paulo, afinal o seu voto não é seu, é do seu deus, que assim o quer.


Ave Cesar Metamorficus Ambulantis!


Brasília, DF, 06 de junho de 2012


Gen. Bda Rfm Valmir Fonseca Azevedo Pereira

AINDA DISCORDANDO DO AUGUSTO NUNES

Vamos lá ....
Ainda em relação ao comentário do Augusto Nunes sobre a união PSDB/PR, eu nunca disse que concordava ... só reconheci (a duras penas) ser necessária, e vou explicar porque.

O lulo-petismo é uma serpente que envenenou e matou os princípios de ÉTICA e HONESTIDADE, em grande parte da sociedade brasileira, especialmente nas camadas menos esclarecidas, que, infelizmente, são as que elegem os nossos dirigentes.

É o voto da "base da pirâmide" que ganha uma eleição, e, tanto pt como PSDB sabem disso, mas a diferença entre o discurso de um e outro, faz com que prevaleça o discurso ilusório e demagógico do lula, que vende classes médias a juros extorsivos, que faz festa para inaugurar maquete, que transpõe rio sem água, lança ao mar navio que não navega, descobre mares de petróleo e importa combustível,  mas lhes dá coisas das quais o brasileiro mediano é ávido: O patriotismo canhestro, e a sensação de que pode viver eternamente de futebol, carnaval e "merchandising".

O PSDB, ao contrário, lhes mostra que a realidade é muito diferente disso ... que um país vencedor se faz com trabalho sério do governo e de seus governados, com administração responsável de recursos e, sobretudo, com governantes éticos e honestos, coisa que "os que elegem" não têm a menor ideia do que seja, pois os conceitos de honestidade e ética foram as primeiras coisas que o  veneno do lulo-petismo lhes tirou.

Ao unir os princípios que (creio eu) norteiam o PSDB, com o discurso populista e desonesto do PR, PP e quantos mais venham, o resultado vai ser um "soro anti-lulo-petismo", nos moldes do veneno atenuado que se usa para neutralizar veneno de cobras, o popular soro anti-ofídico, e este "soro" vai fazer com que "os que elegem"  aceitem e elejam um governante que não lhes prometa nada além do que o estado pode lhes dar. 

A história nos mostra, meu caro Augusto, que para desalojar títeres como lula da silva e sua quadrilha do poder existem poucos caminhos; um, é pelas armas, outro é pela elevação da cultura dos governados e ainda um terceiro, que é usar seus próprios métodos contra ele, o que, suponho eu, esteja sendo feito, posto que os dois primeiros por óbvio, estão afastados.

Fernando Henrique perdeu uma oportunidade de ouro de continuar a sua obra ao assumir uma posição de "tribuno" e não apoiar Serra com o peso do Estado em 2002, talvez porque, nem mesmo ele acreditasse nela, e com isso, os avanças de Paulo Renato na Educação, da Economia, chefiada por Malan e da Justiça Social, liderados pela enormidade que foi Dona Ruth Cardoso ou se perderam ou se transformaram em armas que lula descaradamente usa contra quem as criou.

Assim sendo, meu caro, nada mais justo que o Partido nos tire dessa enrascada que o seu líder maior nos meteu, mesmo que para isso tenha que chafurdar no lixo do pt. 

A NOS, ELEITORES CONSCIENTES, CABE AGUARDAR O RESULTADO DESSAS AÇÕES E ESPERAR QUE DEEM CERTO.


quarta-feira, 6 de junho de 2012

O DIA EM QUE OUSEI DISCORDAR DO AUGUSTO NUNES


O acerto eleitoral entre PSDB e PR provocou todo tipo de emoção negativa, e dessas emoções, nem jornalistas vividos, como Augusto Nunes da revista VEJA se viu livre ao publicar o seguinte comentário:
"05/06/2012 às 16:43 \ Direto ao Ponto
O acordo com o PR mostra que, para o PSDB paulista, a honra agora vale menos que 1 minuto e meio no horário eleitoral", e eu tenho que confessar que ao saber da notícia também tive essa impressão, e demorei muito para entender e digerir o fato.

Ao contrário do que Augusto Nunes e muito mais gente pensa, esse acordo tem muito pouco a ver com tempo de TV que este trará.

O objetivo deste acordo é armar o partido para ganhar uma eleição dentro do que é permitido pela legislação vigente, e, sob esse aspecto, eu o vejo como extremamente oportuno.

Se é verdade que lula pretende manter hadad candidato à prefeitura de São Paulo, o que eu duvido, ele está apostando uma boa parte do seu cacife político nisso, e uma aposta dessas tem que visar algo muito maior que governar a cidade que detém a terceira receita do país.

Na minha visão, se lula conseguir emplacar hadad na prefeitura paulistana agora, em 2012, ganhará força política para emplacar o palácio dos Bandeirantes em 2014 com o candidato que ele quiser, e isso combinado com uma volta dele, lula, ao palácio do Planalto, será um largo passo para destruir o pouco que resta de oposição e implantar o comuno/bolivarismo no Brasil em curtíssimo espaço de tempo, e parece que esse raciocínio é compartilhado por Serra e pelo PSDB.

Para executar um plano ousado como este, o lulo-petismo não vai se ater a princípios éticos, mesmo porque, ética e honra nunca foram predicados aplicáveis a ao pt e muito menos ao lula.

Sendo este o cenário: com a legislação eleitoral omissa quanto à injunções éticas, com um partido disposto a tudo para tomar o poder de vez, e para isso usando de todas as baixarias e acordos espúrios que se lhes ofereça, e com uma massa enorme do eleitorado que tem como única régua para ética e honra o valor do depósito do "bolsa família, cobrar dos seus opositores estes predicados é condená-los a mais uma derrota, só que desta vez, irreparável.

Por menos que gostemos desse e de outros acordos que certamente virão, eles irão funcionar como pontas de lança em camadas do eleitorado onde o discurso PSDBista não chega, tirando votos do lulo-petismo e trazendo-os para o Serra, que em uma eleição é o que interessa.

É um raciocínio cínico e simplista, meu admirado amigo, mas, infelizmente é assim que as coisas funcionam depois que o lulo-petismo reduziu a auto-estima do brasileiro a míseros depósitos do bolsa família, e, sendo assim, o único acordo político inaceitável é com o próprio lulo-petismo.

OU É ISSO, OU ESSA CANALHADA DA FOTO VOLTA TODA, E DESTA VEZ PARA FICAR ... O QUE VOCÊ PREFERE?

terça-feira, 5 de junho de 2012

O QUE APAVORA LULA NO JULGAMENTO DO MENSALÃO NÃO É A CONDENAÇÃO DOS SEUS CÚMPLICES


Um olhar mais atento para o Código de Processo Penal me faz crer que, mesmo existindo o julgamento do Mensalão, e mesmo que todos sejam condenados, vai nos ficar a sensação impunidade e de frustração.


Digo isso porque os crimes imputados aos lulo-petistas e mensaleiros envolvidos, muito embora nos cause indignação, têm suas penas máximas previstas muito brandas, e quase todas, senão todas, são passiveis de se tornarem "penas alternativas", como serviços comunitários ou pagamento de cestas básicas, fato que eles não desconhecem.


O que está apavorando ao lula é a possibilidade do reconhecimento por parte do STF da EXISTÊNCIA DO MENSALÃO, pois, o fulcro da defesa de todos eles é a negação da existência dele, porém, se a existência for admitida, vai colocar na pauta um outro processo, e deste ele é PARTE, que é o da "LISTA DE FURNAS".


Quando o escândalo do Mensalão estava na sua fase mais aguda, um grupo de petistas contratou um estelionatário para elaborar uma lista de executivos da estatal FURNAS, ligados ao PSDB, que supostamente estariam envolvidos em casos de corrupção.


(Relembre a história lendo a Reportagem de VEJA sobre o assunto.)

Acontece que a farsa foi desmontada, e, além das gravações feitas pela PF em que o falsário declara que a sua obra se destinava a afastar o lula das acusações, existe a confissão dele no processo, porém, como no caso do mensalão, a defesa argumentou que, "se o mensalão nunca existiu, porque fazer uma lista dessas ... e é isso que faz com que esse processo esteja em "segredo de justiça".


O lula sabe que, negar a existência do mensalão é uma tarefa muito mais complicada de se conseguir do que a condenação dos canalhas nele envolvidos, dada a quantidade de provas da sua existência entranhadas no processo, mas esse fato ligará lula ao crime, isso poderá ser o inicio do desmonte de um ídolo escupido pela corrupção no lodo mais sujo e fedorento que a política já conheceu, independente da condenação ou não dos julgados.


Se Cesar Peluzo, Ayres Brito e Joaquim Barbosa estiverem fora desse julgamento, e em seus lugares estiverem juízes descaradamente comprometidos com o lulo-petismo como são levandowski, tóffoli e luis fu(c)ks essa possibilidade será enorme ....


E É ESSE O VERDADEIRO MOTIVO PARA LULA ESTAR TÃO EMPENHADO EM POSTERGAR ESSE JULGAMENTO.


UM LANCE DE MESTRE NO XADREZ ELEITORAL PAULISTA

Fiquei sabendo que o Tiririca, e o seu partido, o PR, iria apoiar Serra na disputa pela prefeitura paulistana na quinta feira, dia 31 de maio.


Confesso que isso me incomodou muito num primeiro momento, depois assimilei o golpe e comecei a pensar nos motivos que levaram ao PSDB paulistano a aceitar semelhante "ajuda" e cheguei a algumas conclusões que podem fazer sentido.


O sistema eleitoral brasileiro é perverso, para dizer o mínimo, ao permitir, em primeiro lugar, que partidos se coliguem independentemente dos seus propósitos e ideologias, posto que isso não lhes é pedido, e isso faz com que em época de eleições, verdadeiras imobiliárias especializadas em locação de partidos políticos funcionem a todo vapor e o pt se apercebeu disso, tornando-se o melhor cliente delas, coisa que o PSDB se recusou a fazer.



O PSDB pagou caro por se recusar aceitar esse tipo de acerto, pois ao manter-se vestido de freira no lupanar político eleitoreiro, perdeu três eleições presidenciais, e permitiu que o lulo-petismo avançasse perigosamente em suas pretensões totalitárias, chegando a ameaçar a última trincheira contra a tomada total do poder pelo lulo-petismo, que é o Estado de São Paulo.

Dessa forma, em uma eleição complicada como é esta, pela prefeitura da maior cidade da América do Sul e Terceiro Orçamento do Brasil, e, no entender do lula, ponta de lança rumo ao Palácio dos Bandeirantes e à sua re- reeleição em 2014, apoios e coligações são importantes, não importando de onde venham, valendo até casar Jacaré com Cobra D 'água, que é como eu vejo essa coligação.


Esse casamento, por mais estranho que pareça, provavelmente vai se mostrar uma arma eficiente contra as pretensões do lula de eleger o guguhadad ou qualquer outro que venha substituí-lo em um eventual afastamento, posto que retira do pt a sua arma predileta que é o ataque rasteiro aos adversários, pois não há como atacar o PR em São Paulo, sem se incriminar  em nível nacional e complicar-se em votações futuras na câmara, senado e até  na CPMI, pois o presidente do partido, senador alfredo nascimento foi ministro do governo lula por oito anos e mais um ano do governo dilma, sendo relutantemente afastado depois que VEJA encabeçou uma saraivada de denúncias contra os atos de corrupção no ministério dos Transportes, que acabaram por alastrar-se por toda a imprensa, e isso se aplica ao senador blairo maggi, deputo protógenes queiróz, e outros.


Uma prova de que esse raciocínio não está errado é ver estampada nos jornais de hoje a declaração do guguhadad lamentando o abandono do PR à sua candidatura, porém sem atacá-los diretamente.

Finalmente o PSDB entendeu que veneno de cobra se cura com o veneno da própria cobra.


Eu e o Brasil legalista esperamos que esta atitude do PSDB tenha como consequência a quebra da espinha dorsal do lulo-petismo na cidade de São Paulo, no Estado e no Brasil, que reponha o país nos eixos, e no caminho da convivência democrática, livrando-nos sobretudo, da CORRUPÇÃO GALOPANTE QUE LULA E SUA QUADRILHA ESTABELECERAM COMO MANEIRA DE FAZER POLÍTICA.