sábado, 21 de setembro de 2013

CELSO DE MELO, MAS PODE ME CHAMAR DE CANALHA ...

Para você, Celso de Melo, que gosta de citar o Sermão do Bom Ladrão;
Uma frase para pensar:
"Aquele que tem obrigação de impedir que se furte, se o não impediu, fica obrigado a restituir o que se furtou"
Pe Antonio Vieira
O Brasil inteiro confiou em você, e o encarregou de impedir que a parte podre do STF roubasse a o pouco de esperança de justiça que ainda nos resta;
O Brasileiro sonhou com um voto que lhes devolvesse a fé no judiciário, mas você se acovardou e permitiu que o sonho e a esperança do Brasil e dos Brasileiros fosse roubado, e agora?
Como vai restituir o sonho e a esperança do Brasileiro?
Como irá restituir a dignidade do STF, aviltada por juízes canalhas e endossada pelo seu voto covarde?
De todos os votos favoráveis à reabertura de um julgamento já terminado, o SEU voto, Celso de Melo, foi o mais traiçoeiro e covarde.
Quem sabe, esta imagem o faça se envergonhar da canalhice que você cometeu com o Brasil.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

PORQUE JOAQUIM BARBOSA - ANALISANDO PRÓS E CONTRAS.


PORQUE JOAQUIM BARBOSA?

Analisando o panorama político partidário com vistas a eleição presidencial de 2014, eu não vejo nenhum candidato com condições de derrotar o lulo petismo, e isso por muitas razões, mas, a principal delas é a falta de liderança.

Quando eu falo liderança eu me refiro à capacidade que lula tem de falar a qualquer asneira e ainda assim ser aplaudido e aceito como verdade pela maior parte do eleitorado.

Aécio Neves pelo PSDB, Eduardo Campos pelo PSB, José Serra e alguns menos cotados até que tentam seduzir os eleitores, mas os seus discursos causam pouco ou nenhum eco.

Nesse cenário, eu vislumbro uma só pessoa capaz de desbancar o lulo petismo, e esse homem é Joaquim Barbosa.

Muito embora ele já tenha declarado reiteradas vezes não ter pretensões políticas, e ser um homem sem perfil de administrador, ele é possui a capacidade de SER OUVIDO, coisa que os outros três acima citados não possuem.

Negro, vencedor, culto, e com uma capacidade extra, carisma; ele, se faz entender por todas as camadas do povo, mesmo não usando o vocabulário rastaquera do lula e nem o discurso disléxico da dilma vana rousseff.

Sua proximidade com os setores legalistas do judiciário tornam-no um homem difícil de ser chantageado ou atacado, como ficou demonstrado nas duas tentativas que fizeram parra desacreditá-lo: a primeira com a criação dos quatro tribunais federais, quando câmara e associações de juízes se juntaram para derrota-lo e não conseguiram; a segunda, no episódio da compra do apartamento nos USA.

Outra característica da sua liderança é o seu gênio mercurial, coisa que eu desacredito; o que atribuem como sendo mercurial, intempestivo se deve a sua capacidade de ser direto, sem floreios, característica esta apreciada pelo brasileiro. O lula usa desses expediente com frequência, mas, ao contrário do Joaquim, que usa para expressar a sua indignação com as barbaridades que vê, lula usa isso para escapar das respostas que a sociedade lhe cobra.

Pela posição que ocupa, Joaquim Barbosa é sabedor de inúmeros segredos do lulo petismo, o que facilitaria em muito a formação de um governo menos corrupto, com alianças certas e éticas até o ponto que o lixo que é a política permite.

Resta saber se a sua saúde lhe permitiria enfrentar o desgaste de uma campanha eleitoral e se essa despretensão política é real ou apenas jogo de cena.

Existe ainda um enorme problema a ser contornado: A LEGENDA.
Qual partido seria ideal para abrigar uma candidatura, forte o bastante para liderar alianças, fora do pmdb, psdb, pt?
O sistema político brasileiro não permite candidaturas avulsas, e as coligações são decisivas para o sucesso de uma eleição, e eu não vislumbro um partido com decência suficiente para abriga-lo, posto estarem todos comprometidos com o lulo petismo e a corrupção em maior ou menor grau.

Impensável uma candidatura sem coligações. Em 1989 o Dr. Ulisses era o político mais conhecido, respeitado e querido do Brasil e isso o fez candidatar-se à presidência da República sem coligações e amargou um quinto lugar.

Se vai se candidatar, se vai ganhar ou se vai ser um bom presidente é uma outra história, pessoalmente acredito que não.
Qualquer presidente comprometido com a reconstrução do pais vai ter enormes problemas de governabilidade, seja pelo gigantesco aparelhamento hoje reinante em todos os escalões do governo, seja pela corrupção desenfreada, também instalada em todas as instancias do governo e principalmente pela situação financeira e social caótica que reinará no país após a saída do pt do poder,

Na minha modesta opinião, Aécio, Eduardo e Serra não têm a menor condição de se eleger.

Se a oposição que DE FATO afastar o lulo petismo do poder, que arrume um candidato com o perfil do Joaquim Barbosa.