sexta-feira, 4 de outubro de 2013

UM POUCO DA VERDADE SOBRE O AVAAZ -


O jornal Folha de São Paulo publicou hoje uma matéria assinada por Nelson de Sá e ela é intrigante sob vários aspectos.

No texto, o articulista analisa o papel das “Midias Alternativas” sustentadas por grandes investidores e Fundações.

Uma parte dessa matéria me chamou a atenção: “Em abril, durante encontro de jornalismo no Texas, a Open Society Foundations (OSF), instituição mantida pelo investidor George Soros, patrocinador de campanhas democratas nos EUA e de bandeiras como a legalização da maconha, alertou uma série de sites latino-americanos de reportagem de que iria cortar a subvenção que lhes provinha.

O mega investidor George Soros, fundador da Open Society Foundations, é o mantenedor do Site AVAAZ, defensor de primeira hora da descriminalização do uso certos tipos de drogas, e o seu principal executivo é Pedro Abramovay, advogado ligado aos movimentos de direitos humanos, e que já foi Secretário de Politicas Anti-Drogas do governo Dilma Rousseff, tendo sido demitido por defender o uso de penas alternativas para os pequenos traficantes.

A matéria também da conta que o Sr. Abramovay foi indicado por FHC para o milionário americano, de origem Hungara; coincidência ou não, o Secretário de Políticas Anti-drogas do governo FHC era Walter Fanganielo Maierovitch, que foi demitido do governo em circunstâncias nebulosas, e hoje é articulista da revista Carta Capital, e , a exemplo de Pedro Abramovay, é um defensor feroz da descriminalização das drogas, chegando até mesmo a defender a criação de Narco Salas, dentre outras estultices.

Tanto Abramovay como Maierovitch são ligados aos movimentos de Direitos Humanos, e defendem a leniência com movimentos sociais ideologizados, apoiando até mesmo os violentos e ilegais. Ainda seguindo o ideário da Open Society e da Ford Foundation, apoiam a Regulação dos Órgãos de Imprensa, escondido sob o pomposo nome de “Democratização da Mídia.

Outra coincidência entre esses dois personagens é a aversão que ambos nutrem por FHC, muito embora tenham sido encaminhados por ele

Outro trecho da matéria é explicita melhor a orientação direcionada para a “Democratização da Mídia”: “Se a Open Society revê suas subvenções, cujos beneficiados incluem ainda organizações como o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, no Texas, e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a Fundação Ford segue firme na área de "democratização da mídia", que começou a se desenvolver na última década, segundo Mauro Porto, coordenador do projeto dedicado a "mídia e liberdade de expressão" na instituição.

Um outro trecho assustador: Segundo Porto, o projeto surgiu há dez anos, quando a fundação avaliou ser "fundamental, para consolidação da democracia no Brasil, a democratização dos meios de comunicação".

Pedro Abramovay falseia com a verdade em duas ocasiões da entrevista, e uma delas é esta: Para tanto, a fundação vem buscando cada vez mais uma "governança própria, independente da vontade" do investidor.Quem conhece George Soros da conta de que as orientações dele são sempre terminativas. Isso foi dito por Armínio Fraga, que fez sua carreira com Soros e foi Presidente do Branco Central no governo FHC,

Mente ainda ao declarar: Nos últimos dois anos, fora do governo, Abramovay esteve à frente do site global Avaaz, de campanhas e petições, que não aceita financiamento de governos ou fundações, só "crowdfunding". Com base na sua experiência, avisa que, junto aos brasileiros, não é tarefa fácil." É mais que sabido que o mega investidor é o financiador e DONO do AVAAZ.
 
George Soros é visto com sérias reservas no Mercado Financeiro Global por, supostamente, usar de quaisquer meios para atingir o seu objetivo único: Ganhar Dinheiro, então, fica a pergunta:
COM QUE OBJETIVO SOROS INVESTE O SEU DINHEIRO EM UM PROJETO QUE DEFENDE O USO DE DROGAS E PRATICAS ANTI DEMOCRATICAS COMO A REGULAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO?

Nenhum comentário:

Postar um comentário