terça-feira, 3 de abril de 2012

O LULO-PETISMO, SANEAMENTO BÁSICO, PÃO E CIRCO.

Para iniciar este comentário eu vou narrar dois episódios nos quais eu estive presente.
O primeiro se passou com o Mario Covas, então governador, e, devido à forte pressão por parte dos deputados envolvidos, foi obrigado a acelerar as obras da ponte que liga o continente à Ilha Comprida.
No seu discurso de inauguração ele declarou:
"Estou entregando esta ponte contra a minha vontade, pois as obras de saneamento básico e infraestrutura de segurança estão sendo iniciadas, e o aumento do fluxo de turistas que ela vai trazer de imediato, vai fazer o Estado gastar o dobro do seu custo com problemas de doenças e crimes ..."
Não deu outra; muito embora essas obras tivessem sido tocadas aceleradamente, as moléstias comuns à falta de saneamento básico, como diarreias, doenças pulmonares, e dermatológicas ainda hoje, com as obras de coleta de esgoto terminadas e cobrindo quase toda a extensão dos 72 km. que compõem o município de Ilha Comprida ainda são causa de preocupação entre os munícipes.

A segunda se passou há muitos anos, e, minha atividade na época me obrigava a ter contato com autoridades. Um dia, conversando com o então prefeito de uma cidade importante do interior   paulista ele se queixava que teria que executar uma obra canalização de grandes proporções, ao que eu comentei: "Mas teremos eleições dentro de 2 anos e uma obra dessas certamente será um trunfo importante para você e seu partido". E ele me disse: "Que nada. O que fica enterrado o povo esquece em 15 dias, não da voto. Vale mais fazer uma festa, um rodeio 6 meses antes. custa menos e dá mais votos".

Claro está, que na primeira situação falava o político responsável e na segunda o político.

Tendo vivido estas duas situações, ao ler a notícia que os governos lulo-petistas  gastaram apenas 7% do que estava destinado para o saneamento básico, e que existem obras anunciadas com a costumeira fanfarronice do "batráquio falante que se tornou presidente" atrasadas, APENAS 54 MESES eu não me espantei nem um pouco.

As duas situações narradas se passaram no Estado de São Paulo, supostamente o estado melhor e mais adiantado na estrutura de saneamento básico do país, que depende pouco ou nada do governo federal para a execução dessas obras.

Imagine você, o que deve ser o saneamento básico nos estados no Norte e Nordeste, que dependem exclusivamente do governo federal para estes investimentos, .... quando o dinheiro é liberado, uma parte substancial já fica com o deputado que conseguiu, outra parte vai para governadores e políticos locais, no fim, só sobra mesmo para fazer micaretas e carnavais  espetaculares, São Joões feéricos, bumbas meu boi históricos, mas saneamento que é bom, NADAAAA.

Isso, é lulo-petismo, tanto que o dinheiro que deveria estar sendo empregado na Educação, Saúde, Transporte Público e Segurança está sendo usa do para dar circo aos seus eleitores.
Então, constroem teleférico em favela para traficante ter comodidade, navios que não navegam par empregar "cumpanheiros",  e .... RESPEITÁVEL PÚBLICO, O GRANDE CIRCO LULA DA SILVA ORGULHOSAMENTE APRESENTA ......... A COPA DO MUNDO NO BRASIL. 

Triste é saber que, ao se anunciarem os Palhaços, será a nossa vez de entrar em cena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário