sábado, 14 de julho de 2012

COMPARANDO O INCOMPARÁVEL - FHC E LULA E SEUS DESTINOS FRENTE A HISTÓRIA

O homem e o vinho têm uma coisa em comum: O tempo melhora os bons e estraga os maus.

Com esse raciocínio eu pretendo comparar o incomparável; lula e FHC.

Enquanto FHC aos 80 anos evoluiu e se tornou mais astuto, mais político e muito mais humano, lula, aos 65 anos é cada dia que passa mais preso ao rancor, mais vingativo, e muito mais egoísta.

As palavras emitidas por FHC sempre têm viés conciliador, pois política construtiva se faz com conciliação, a filha mais velha do bom senso, ao passo que lula, a cada dia que passa, destila mais ódio em suas palavras, como se o mundo fosse culpado pelo seu passado de privações e cada ação sua tem que expressar o seu desejo de vingança.

Enquanto FHC, aos 80 anos respira esperança e juventude, e passa isso aos que o escutam, lula, aos 65 anos aparenta ter nos ombros a idade da terra, e, aos que o escutam, passa princípios pré-históricos de convivência humana e política, centrados na sua necessidade de ser importante, coisa própria de portadores de egocentrismo patológico.

Enquanto FHC afirma que o caminho da democracia é a conciliação das diferentes camadas sociais, e defende a observância do tripé que sempre foi o sustentáculo de uma sociedade justa; ESCOLA, TRABALHO, DECÊNCIA
lula prega a guerra de pobres contra ricos como forma de manter-se vivo politicamente, e com isso, faz com que seus seguidores abandonem estes princípios, transformando o país em uma terra tomada por analfabetos, vagabundos e amorais.

Enquanto FHC está fadado a passar para a história como um PRESIDENTE DEMOCRATA, que consolidou a liberdade de pensamento e expressão, reduziu as desigualdades sociais e deu rumos para a economia do país, lula, se a história lhe fizer justiça, vai ter um capítulo escrito pelo seu próprio analfabetismo, curto e sem nexo, como de resto foi a sua vida toda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário