quinta-feira, 24 de maio de 2012

O QUE FAZER QUANDO O LULO-PETISMO ACABAR ...





O meu comentário de ontem, "O exercício da Democracia é uma coisa fascinante" gerou alguns comentários que achei pertinentes e por esta razão, com a devida vênia dos envolvidos, reproduzo-os abaixo e respondo com um texto postado há uns meses.


Dorival José Temer Jorge, concordo plenamente com o que expôs em seu post. Também creio que todos estes desdobramentos, de modo mais significativo a partir do mensalão, vão intensificar a derrocada do petismo, que entendo estar em vertiginosa decadência. As eleições deste anos já apresentarão sinais bem nítidos do quanto estejam em queda. E não se trata apenas do fato de terem caído, mas sim de ainda ESTAREM em franca queda, e assim seguirão até que estejam como bem finalizou seu texto.
há 10 horas · Gosto
Dora Ribeiro Tomara q essa derrocada esteja em decadência vertiginosa mesmo... E o quê ou quem entraria p/ ocupar o lugar? Façam suas apostas...
há 8 horas · Gosto
Dorival José Ótima pergunta, Dora Ribeiro.
Creio que todos precisamos pensar neste momento posterior.
Particularmente, comecei a escrever algumas propostas, apenas uma delas, que a Polícia Federal não deve se reportar ao Executivo, de modo a conferir uma muito mais ampla autonomia de investigação.
Mas tem MUITA mudança necessária, e precisamos relacionar propostas para que juntos definamos o novo molde de governo para o Brasil.
Precisamos inaugurar este novo tempo no qual nos entendamos igualmente capazes para traçar diretrizes para nossa nação.
Eu não tenho dúvida sobre esta possibilidade pois já formamos uma população bem madura para tanto.
há 5 horas · Gosto

Pois bem, muito mais importante que pensar "em quem", temos que entender "o que", esse "quem" terá que enfrentar, para que possamos delinear o perfil deste, e este texto trata exatamente disto.

UM PASEIO PELA ESTRUTURA DO LULO-PETISMO

Não faz muito tempo postei um comentário sobre o novo ordenamento social na visão do lulo-petismo.

Na minha concepção, este novo ordenamento está baseado em uma estrutura simples: Os que elegem e se submetem a ser “massa de manobra” do lulo-petismo, que são os “COM DIREITOS”, e os que não os elegem e nem lhes servem, que são os “COM DEVERES OU ZELITES.

Acontece que, para que isso se tornasse possível, foi criada uma estrutura de “pUder” difícil de ser desmontada.

Cada escaninho desse sistema está ocupado por gente disposta a tudo para que o atual estado de coisas permaneça, e isso vem de cima para baixo.

O Executivo, e seus anexos, (ministérios, autarquias, estatais, etc) como é obvio, está totalmente tomado por “GENTE DO LULA” .

O Legislativo (câmara e senado federal), graças a inestimável cooperação dos COM DIREITOS, é hoje composto de uma horda de facínoras da pior espécie, também, “GENTE DO LULA”..

O Judiciário, especialmente o STF e STJ, que, muito embora com reservas, sempre foram respeitados, é hoje composto, na sua quase totalidade por “GENTE DO LULA”, e como tal, não se envergonham em estuprar a constituição para satisfazer e legalizar os descalabros cometidos pelos atuais governantes.

Os cargos chave de todos os órgãos da administração pública estão nas mãos sujas dos “cumpanheiros”, o que vai inviabilizar um outro governo que não “petralha” por muitos anos.

Toda essa estrutura superior é amparada por uma estrutura intermediaria que são meios de comunicação, hoje, quase que totalmente subordinado ao lulo-petismo.

Assim, publicações como “carta capital” e outros lixos assemelhados florescem, jornais antes tidos como independentes como Folha e Estadão, hoje, dão guarida e repercussão às notícias mentirosas e ufanistas do lulo-petismo, ao mesmo tempo que escondem as bandalheiras por eles cometidos, e apoiam quase que explicitamente os movimentos da massa de manobra, por eles classificados de COM DIREITOS.
E o mesmo se dá com os canais de TV, portais, sites e blogs da internet.

Isso se torna possível graças aos mais variados expedientes que vão desde o lucro fácil proporcionado pelas poupudas verbas de publicidade e permissividade de suas programações, e chegam à chantagem, com ameaças de não renovação de concessões ou represálias.
As publicações regionais, mesmo em se tratando de municípios importantes e populosos e até mesmo de capitais fora do eixo sul/sudeste tornaram-se meros repetidores das publicações mestras.

Como trincheira de resistência restam os blogs independentes, porém, estes mesmos blogs, não raro, são vítimas de censura por parte de juízes que compõem a massa de manobra jurídica dos mandatários.

A apoiar tudo isso descrito acima, está o exército dos COM DIREITOS, composta de analfabetos funcionais e não funcionais, dependentes de todas as espécies, sem-vergonhas juramentados … enfim, saprófitas sociais.

Cabe a nos, entendermos esta estrutura, e, com paciência de artífices, começar o seu desmonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário