sexta-feira, 27 de abril de 2012

CARLINHOS CACHOEIRA É UM PRESO "DE POLÍTICOS" - UM PRESO DO LULO-PETISMO



"Cachoeira se considera preso político, diz mulher do empresário" (Manchete da FSP - Reportagem de Catia Seabra)

Desculpem, mas eu tenho que discordar dessa declaração, pelo menos com parte dela.

Como foi escrito em um comentário postado ontem, o nome do Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, está sendo usado para desviar a atenção de mais um roubo escandaloso e um esquema de pagamento a políticos da base alugada, que tem a sua origem nas relações espúrias entre os governos lulo-petistas a Delta Engenharia.

A falta de imaginação dos ratos que infestam o lulo-petismo o não permitiu que criassem um esquema diferente do usado para abastecer o mensalão, que, por coincidência, tem hoje, o já acusado pela PGR de chefiar o esquema anterior, o famigerado josé dirceu, como uma das suas figuras de proa.

No esquema do mensalão os bancos BMG e mais uns outros eram os arrecadadores/lavadores e o marcos valério, operador; no esquema atual, a Delta é a arrecadadora/lavadora e o Cachoeira o operador, que, como aconteceu com o publicitário mineiro, vai sobrar de bode expiatório.

Dessa forma, Carlos Augusto Ramos não é um preso político, mas, PRESO POR POLÍTICOS LADRÕES E CANALHAS, QUE DESCOBERTOS, ENCONTRARAM NELE uma válvula de escape.

É um filme antigo, com enredo antigo cujos personagens apenas trocaram de papéis, mas estão todos nele:
(O pt, lula, josé dirceu, marcio thomas bastos e outros canalhas mais), e que sofreu alterações no cenário e do bandido que vai para o cadafalso, saindo os bancos e entrando a Delta, saindo o valério e entrando o Carlinhos Cachoeira, mas a finalidade é a mesma:

ROUBAR PARA MANTER-SE NO PODER INDEFINIDAMENTE, ÀS CUSTAS DA COMPRA DE APOIOS E VOTOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário