sexta-feira, 27 de abril de 2012

A GENÉTICA DE TRAÉCIO NEVES

Faz aproximadamente um mês que escrevi um comentário sobre as trajetórias de aécio neves e Geraldo Alckimim na corrida às eleições de 2014 e dei o título de "Um Cenário para 2014".
Esta entrevista do traécio neves dada ao jornaLULISTA fern
ando rodrigues, da FSP    (leia aquimostra claramente que o senador mineiro trabalha abertamente para minar a candidatura de José Serra à prefeitura da Cidade de São Paulo como forma de enfraquecer Geraldo Alckimim em 2014.

É claro que no decorrer desta, outros assuntos foram tratados, porém, o alinhamento do jornaLULISTA e da FSP com o lulo-petismo fizeram com que a manchete fosse esta, que é a arma mais poderosa que o lula e a sua quadrilha têm para combater a candidatura Serra, a de não ter completado nenhum dos mandatos para os quais foi eleito.

Considerada a baixa escolaridade política do eleitorado simpático ao pt, e as distorções que a imprensa canalha impinge à verdade dos fatos, de nada valerá lembrar que ele deixou a prefeitura para ser eleito governador de São Paulo, e deixou a governo para disputar a presidência, que, muito embora perdendo para o lula, saiu-se vitorioso em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, estados que sustentam o Brasil, o que demonstra a sua aprovação em comunidades que desejam um governo sério.

Esquece-se porém, o desleal senador, que São Paulo não é Minas Gerais, e aqui, a sua opinião vale exatamente NADA.

As eleições para a prefeitura de São Paulo interessam ao lulo-petismo para tornar-se um trunfo rumo ao palácio dos Bandeirantes, um estado governado, não por um partido político, mas, por políticos que não transigem, não fazem acordos com o lulo-petismo em troca de projetos políticos obscuros, como é o caso desse senador e da maioria dos políticos de seu estado.

Para um senador da República que tem a sua história política feita toda ela na sombra do avô, porém, sem o pedigree das lutas entre o bem e o mal, e sem noção outra de pátria que não o seu próprio estado, misturar os seus passos aos do lulo-petismo era alguma coisa encarada com certa naturalidade pelas lideranças PSDBistas, e foi esta a razão do seu nome ter sido preterido em várias eleições, e o será em muitas mais.

Ao ler esta entrevista ficou confirmado o que eu e muito mais gente desconfiava; a sua genética esta muito mais para SILVÉRIO DOS REIS E CALABAR do que para Tancredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário