domingo, 15 de abril de 2012

LULO-PETISMO, CADÁVERES, CACHOEIRA E MENSALÃO - TUDO A VER


O lulo-petismo tem vários cadáveres insepultos ou mal sepultados, e, mais dia, menos dia terão que prestar contas deles.

Dentre os cadáveres, vítimas dos seus planos de poder ou que pagaram muito caro por se recusarem a continuar na escalada de crimes em que o lula e o seu pt se meteram sempre serão  lembrados o Toninho do pt, e Celso Daniel, bem como todos os que estiveram  envolvidos no sequestro e morte do ex-prefeito de Santo André.
O sangue deles suja as mãos do lulo-petismo, e clamam por uma sepultura digna, coisa que só ocorrerá com a elucidação desses assassinatos e a punição dos culpados.

Mas, outros cadáveres assombram o covil lulo-petista, e um dos maiores é, sem dúvida alguma o MENSALÃO, um crime tão grave que deveria ser julgado pelo Tribunal de Haia, dado o número incontável de mortes que causou ao roubarem o dinheiro destinado à Saúde, Educação, Segurança e Saneamento Básico dentre outras prioridades de um governo honesto, e usarem-no para rechear cofres de uma facção criminosa chamada pt e comprar corações e mentes de canalhas levados ao poder graças ao voto de milhões de desgraçados que ainda creem no discurso messiânico de seu líder, o rei de todos os embusteiros, luis inácio lula da silva.

Pois bem, depois de jazer durante oito longos anos nas gavetas de um ministro do STF eis que esse cadáver volta a assombrar a quadrilha, não na forma que seria de se esperar, mas por uma ação dela própria.

Era de se esperar que, uma vez "exumado" da gaveta do Min. Joaquim Barbosa, o ministro relator,  Ricardo Levandowski desse celeridade ao processo, mas, pelo que se pode perceber, o mesmo recebeu de seu chefe a ordem de protelar ao máximo, e, entre canalhas, ordem dada é ordem cumprida. Mas o destino nos prega peças; e, ao tentar atingir a quem lhes faz oposição com o caso do Carlinhos Cachoeira, o lulo-petismo abriu o caixão que jazia insepulto,  e agora terá que lidar com ele.

Restam ao lula e sua quadrilha algumas opções, sendo que nenhuma delas lhes constitui novidade: Matar o Carlinhos Cachoeira em um crime que será prontamente acobertado pela polícia federal, jogar aos leões aliados que se descubra envolvidos com ele, correndo o risco de ter que cometer mais assassinatos, pois dentre os que figuram nessa lista tem gente que sabe demais, e não vai gostar nem um pouco de ser jogado aos leões, ou, a exemplo do próprio lula, afirmar que não sabia de nada, que jamais soube.

Se Ministro Lewandowski, tivesse tido a hombridade de acelerar o seu relatório e  concluisse pela inocência dos réus e votasse pela sua absolvição  encurtaria em muito o caminho da facção criminosa, mas isso iria atrair para si a ira da opinião pública, e foi exatamente essa protelação que reabriu o caso ao se descobrir  a ligação de ilustres petistas com o contraventor, e essas ligações têm muito a ver com parte do  dinheiro do mensalão.

E QUEM FOI QUE DISSE QUE MORTOS NÃO FALAM ??






Nenhum comentário:

Postar um comentário