quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

JOSÉ SARNEY, O VAMPIRO BRASILEIRO

O VAMPIRO BRASILEIRO

Cansei ... desde o inicio dos anos 80, entra ano. mês, dia e lá está ele, Bento Carneiro, o Vampiro Brasileiro, também conhecido por josé sarney, nas paginas dos jornais.
Raríssimos são os dias em que um jornal, radio ou TV não estampa um escândalo em que o facínora em questão está envolvido, muito embora, grande parte deles sejam abafados.
Entra governo, sai governo, e, ele continua ali ...onipresente e onipotente. Como se não bastasse a sua ação isolada, nos dias de hoje, seus filhos, quiçá netos, já se encontram em plena atividade Lesa Pátria, pois, para isso, foram treinados com o melhor dos mestres na sublime arte de assaltar cofres públicos, usar a ignorância dos seus governados para perpetuar-se no poder, prostituir poderes, corromper juízes, enfim, a quadrilha aumentou, assim como sua área de atuação.
Mas, de onde vem tanto poder? Que força estranha sustenta esse vampiro acima do bem e do mal? Porque razão, ainda não cravaram a estaca da justiça no coração desse hematófago pátrio? Por que, a cada dia que passa, o seu poder aumenta, e ele se distancia mais da cadeia, que seria o seu lugar, não só por ações recentes, mas, pelo conjunto da obra?
Seguramente, muitas dessas respostas serão encontradas com a abertura dos famigerados papéis secretos, que ele, juntamente com outro assecla, o fernando (do pó) collor de mello combatem com singular animo.
Com a abertura desses documentos secretos, saberemos então, quantos juízes, de tribunais superiores estão a seu soldo e o nome deles; quantos lhe devem os cargos que ocupam, quantos políticos foram agraciados com sinecuras conseguidas ou concedidas por ele; quantas leis favorecendo a ele ou a sua família foram aprovadas, por quais políticos e em quais circunstancias.
Eu sou capaz de jurar, que, uma vez conhecido o teor desses documentos secretos até o lugar que ocupa na ABL ser-lhe-á tirado.
O professor Roberto Romano, em seu comentário para o Jornal da Manhã da Jovem Pan, lembrou que, enquanto existia honestidade no império romano, as votações no senado eram abertas, quando a corrupção que destruiu Roma alastrou-se, essas votações se tornaram secretas.
Se cuida Bento Carneiro ... a bala de prata está a caminho. Muito em breve, com a ajuda de uns poucos parlamentares ainda não cooptados ou corrompidos pelo lulo-petismo conseguirão aprovar a abertura desses documentos, e então, é muito provável que você passe seus últimos dias na cadeia, que é o seu lugar.
Em tempo: uma vez preso, nem pense em escrever um livro intitulado “Memorias do Cárcere”, pois esse titulo é do magistral Graciliano Ramos, esse sim, UM ESCRITOR, e não um mistura letras da sua laia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário